Como escolher um pontão flutuante

Um pontão flutuante é uma plataforma sustentada por flutuadores. Destina‑se à atracação de embarcações, permitindo o acesso a pé às mesmas. São, igualmente, chamados píeres flutuantes, ancoradouros flutuantes e atracadouros flutuantes. Tanto se pode instalar um único pontão flutuante, por exemplo na margem de um rio, como uma estrutura composta por vários pontões, uma solução mais frequente em portos e marinas. Os pontões podem ser equipados com acessórios de amarração, como cunhos, e com terminais de serviços de água e eletricidade. Em zonas sujeitas a marés, o pontão flutuante é essencial para manter uma altura constante acima do nível da água e assim permitir o embarque e desembarque. Existem, ainda, pontões e outros equipamentos flutuantes que são utilizados como plataformas de trabalho em portos, marinas e estaleiros navais.

Pontões flutuantes: ver produtos

  • Como escolher o pontão flutuante certo

    Para escolher o pontão flutuante que melhor se adeque às suas necessidades, há alguns critérios importantes a ter em consideração. A escolha deverá basear‑se não só no uso previsto e no local de instalação, como ainda na modularidade pretendida. Terá também de ponderar por que materiais convém optar e quais as dimensões necessárias do pontão.

    Critérios de escolha:

    • Uso previsto e local de instalação
    • Modularidade pretendida
    • Materiais de fabrico
    • Dimensões
  • Como escolher um pontão flutuante de acordo com o uso previsto?

    Os pontões flutuantes são maioritariamente utilizados para atracação de lanchas, veleiros, jet skis, barcos a remos, etc. Há, no entanto, outros modelos concebidos para servir de plataformas de trabalho em estaleiros, portos ou marinas.

    Um pontão flutuante de atracação deve estar equipado com pontos de amarração que resistam a esforços de tração elevados. Na sua conceção, está igualmente previsto o uso de um sistema de amarração do próprio pontão flutuante a um cais, margem e/ou ao solo. Apresentam uma superfície relativamente pequena, a fim de deixar mais espaço disponível para as embarcações.

    Os pontões e outras plataformas flutuantes de trabalho devem ter uma área maior e ser bastante robustos. A sua flutuabilidade assume particular importância, pois estes equipamentos poderão ter de suportar cargas muito pesadas, como uma grua, por exemplo. Nestes casos, a tração será mais elevada, sendo por isso crucial dimensionar corretamente o equipamento de amarração.

    Pontão de atracação da HSB Marine

    Plataforma flutuante para jet ski da OTTO

  • Porquê escolher um pontão flutuante modular?

    Pontão modular da JETFLOAT INTERNATIONAL

    Um pontão flutuante modular é constituído por blocos que podem ser combinados para obter diferentes formas e tamanhos de pontões, conforme as necessidades. Trata–se, geralmente, de módulos flutuadores em plástico dotados de elementos de fixação, que permitem uni‑los uns aos outros. No caso de uma instalação temporária, oferecem a vantagem de serem muito mais fáceis de transportar e de guardar. Quando se destinam a um uso prolongado, como numa marina, a modularidade permite adaptar o pontão a várias situações: é possível aumentar ou reduzir a superfície do pontão em função do tamanho das embarcações que ali vão atracar ou do número de pessoas que irão utilizar o pontão, etc. Os pontões modulares têm também a vantagem de precisarem de pouca manutenção, o que reduz o tempo de indisponibilidade do equipamento.

    Os pontões flutuantes modulares apresentam, contudo, algumas desvantagens. Por exemplo, quanto mais se aumentar a superfície do pontão flutuante modular, maior será a sua instabilidade, dado que a rigidez é inferior à de um pontão flutuante monobloco. Além disso, estes pontões têm menor capacidade de resistência à tração.

    Vantagens:

    • Versátil
    • Fácil de transportar, guardar e conservar

    Desvantagens:

    • Menos estável
    • Menos resistente à tração
  • Como escolher os materiais do pontão flutuante?

    Há que distinguir entre os materiais que constituem a estrutura flutuante e os materiais de fabrico do piso.

    Para assegurar a flutuabilidade, são utilizados blocos ocos, geralmente de betão, metal (aço galvanizado ou alumínio) ou plástico (PET), preenchidos com espuma ou com ar, consoante o seu material.

    Estrutura em betão (concreto): 

    • Vantagens: muito estável e durável, não inflamável, não se deforma nem enferruja.
    • Desvantagens: maior, mais pesada e, portanto, de mais difícil movimentação e manutenção.

    Estrutura em metal: 

    • Vantagens: estável, durável, não inflamável.
    • Desvantagens: sujeita a oxidação e a deformação, manutenção regular necessária.

    Estrutura em plástico: 

    • Vantagens: leve, versátil, de pouca manutenção.
    • Desvantagens: menos estável, menor capacidade de resistência à tração.

    Quanto ao piso dos pontões, os materiais mais utilizados são o metal, o plástico e a madeira. O metal é resistente, mas pode ser escorregadio. O plástico permite produzir peças com maior diversidade de formas, mas é menos resistente e menos durável. A madeira destaca‑se pela sua beleza natural, mas exige uma manutenção regular e morosa.

    Pontão flutuante de betão da PONTECH

  • Porquê escolher uma plataforma flutuante para estacionamento a seco?

    As plataformas flutuantes para estacionamento a seco, também chamadas plataformas para vagas secas, são concebidas para suportar o peso de uma pequena embarcação, que fica assim estacionada fora de água. São particularmente adequadas para jet skis e barcos de pequenas dimensões. Sobre estas plataformas, as embarcações ficam protegidas da ação direta da água no casco, o que prolonga a sua vida útil. Trata‑se de equipamentos projetados especificamente para esta utilização, com uma ligeira inclinação até à água, um rasgo em V ao centro e frequentemente equipados com rodas ou rolos. Estas características permitem à embarcação subir e descer facilmente da plataforma. No contexto do aluguer de jet skis, por exemplo, o uso deste tipo de plataformas poupa bastante tempo.

    Fabricada em materiais plásticos, a superfície destas plataformas flutuantes é concebida para não danificar a parte inferior do casco.

    Plataforma de estacionamento a seco da MARINEFLOOR

Guias relacionados
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...
Ainda não há comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será visível. Os campos de preenchimento obrigatório estão assinalados com *